ARTIGO3

4 Dicas para a boa gestão de equipes a distância

Provavelmente você já cansou de ouvir que o mundo está mudando muito rápido, mas reforçar essa mensagem ainda é necessário. Com todos os desafios que enfrentamos, muitos gestores foram pegos de surpresa ao serem obrigados a encarar o “temido” trabalho remoto.

Aí surge a dúvida: você está preparado(a) para realizar a gestão de pessoas em home office?

Toda empresa se preocupa com a experiência do cliente, mas quantas pensam na experiência do colaborador?

Separamos 4 dicas para a boa gestão de equipes a distância que te ajudarão com esse desafio. Vamos lá?

Dica 1: Seja verdadeiramente empático 

Durante anos a ideia de trabalhar de casa parecia algo irreal, muito distante da rotina de idas e vindas diárias ao escritório ou visitas a clientes.

Atualmente o cenário mudou e, com o isolamento social, muitas empresas tiveram que aceitar que o seu escritório seria dividido em vários outros espalhados pelas casas de cada colaborador. E claro, com isso também surgiu a necessidade de adaptar as rotinas para o novo contexto.

Seus colaboradores têm filhos pequenos? Possuem alguma restrição quanto ao equipamento (webcam, microfone, computador)? Que horas eles estão almoçando? Qual o melhor horário para marcar reuniões? E encaminhar demandas?

Parecem ser detalhes pequenos, mas são necessários para adaptar a rotina corretamente. Afinal, home office é escritório em casa e tem muitas interferências que não existiriam no escritório normal.

Lembrando que estudos comprovam o aumento da produtividade em home office, então essa é uma oportunidade para se adaptar e encontrar um modelo que seja benéfico para empresas e colaboradores.

Dica 2: Reforce metas e objetivos

O que a equipe precisa entregar? Sem as conversas diárias, as metas e objetivos podem ficar confusos ou esquecidos em meio a outras demandas.

Por isso, a nossa segunda dica para a boa gestão de equipes a distância é manter claro os objetivos, prazos e as metas da equipe e empresa. Assim, os colaboradores conseguem entender claramente suas expectativas como gestor e os resultados que precisam entregar.

Ferramentas de organização como Trello, Asana e MeisterTask possuem versões gratuitas que podem ajudar a organizar essas informações e passar as demandas de cada membro da equipe.

Também existem as videochamadas, mas tome cuidado, o excesso de reuniões pode afetar a imagem do líder e ter o efeito oposto, dificultando ainda mais o alinhamento da equipe.

Dica 3: Atue como um líder facilitador

A figura do líder facilitador é conhecida por focar em ajudar nas tarefas do dia a dia, de maneira que facilite a rotina do colaborador e evite obstáculos para garantir bons resultados da equipe. É alguém que sempre se pergunta como pode ajudar a equipe.

Lembre-se que não é só você que está se adaptando a uma nova forma de trabalhar. Então responda com sinceridade: como está a sua equipe?

Vá além dos resultados e entregas de cada colaborador, pense neles unicamente como pessoas. Muitos contavam com a ajuda de familiares ou da escola para ficar com seus filhos, enquanto outros podem ter assumido mais responsabilidades em casa. Então, como você pode ajudar?

É importante estar presente para identificar as pequenas necessidades dos colaboradores e oportunidades em que pode ajudá-los. Ás vezes mudar o horário de uma reunião ou um prazo de entrega pode ajudar muito mais do que parece, sem pôr em risco o trabalho da equipe. Então, que tal atuar como um líder facilitador?

Dica 4: Use e abuse da comunicação

Ter uma equipe alinhada com os objetivos organizacionais é um ponto importante para o sucesso de qualquer negócio, porém, isso não acontece do nada.

A comunicação é importante para alinhar a equipe, e quando falamos de boa gestão de equipes a distância ela se torna a base de tudo. Sem o contato presencial e os reforços diários, torna-se necessário usar a comunicação para alinhar os objetivos da organização, evitando assim mal-entendidos.

Mesmo sem os happy hours e conversas descontraídas no meio do dia, como gestor(a) você pode propor atividades online para manter a união, como uma roda de indicação de filmes ou mini campeonatos com jogos online

Praticando essas dicas, você estará preparado(a) para liderar e organizar uma equipe que trabalha em home office, seja integralmente ou algumas vezes no mês. E tenha sempre em mente que é importante ver as reações da equipe às mudanças propostas para se adaptar quando necessário.

Afinal, uma boa gestão de equipes a distância só funciona bem se for boa para todos.

Quais transformações você passou para liderar corretamente o seu time? E como foi o processo para os colaboradores? Compartilhe nos comentários, adoramos trocar experiências.

Open chat
Vamos conversar?