ARTIGO8

5 Dicas para reter as novas gerações

Atualmente a geração Y – também conhecidos como millennials – representa 50% da força de trabalho e, de acordo com a pesquisa realizada pelo Itaú BBA, em até dez anos essa porcentagem deverá chegar a 70%.

Paralelamente a isso, a geração Z está ingressando no mercado de trabalho e os empregadores já se deparam com o desafio: como reter as novas gerações?

Aqui vamos compartilhar 5 dicas para reter as novas gerações que te ajudarão nesta tarefa. Contudo, primeiro vamos falar sobre quem é esse pessoal Y e Z.

Entendendo as novas gerações: Quem são geração os X e Y?

Millenials é um nome popular dado para a geração Y, que nasceu entre 1980 e 1995 (esse período pode ter pequenas variações de acordo com a referência que você consultar), são conhecidos assim por causa da virada do milênio e tiveram acesso desde cedo a tecnologia como televisão a cabo, videogame e até computador.

Se os millenials tiveram contato cedo com a tecnologia, a geração Y não conhece um mundo sem ela.

Essa geração é formada por jovens que estão ingressando no mercado de trabalho e cresceram acostumados com o mundo digital e suas facil

idades, como a internet, smartphones e tablets. Estar o tempo todo conectado é algo natural para essa geração.

As dicas para reter as novas gerações

Com a breve explicação do tópico anterior você já deve ter notado a diferença dessas gerações para as anteriores, que cresceram sem acesso à tecnologia e viram a ciência engatinhando para criar os aparatos tecnológicos e inovadores que são comuns em nossa rotina.

Por essa razão, essas gerações buscam por algo mais em seus trabalhos e quase sempre querem trabalhar em empresas onde possam sentir que impactam positivamente para a sociedade.

 

 

Dica 1: Invista em Employee Experience

Employee Experience nada mais é do que desenhar, desde o momento da seleção até o da demissão, uma experiência tão boa quanto a dos clientes só que para seus colaboradores.

A preocupação com a jornada do colaborador surgiu quando as empresas perceberam que precisavam de diferenciais que agregassem internamente na organização, trabalhando não apenas para ter um público consumidor fiel como também um público interno leal.

Dica 2: Trabalhe a comunicação interna

Por estarem constantemente conectadas, as novas gerações são apegadas a comunicação e gostam de saber sobre o impacto que seu esforço causa.

Reforçar a cultura organizacional, informar sobre a realidade da empresa e até pedir opiniões são atitudes bem-vistas pelos jovens que, através da comunicação, se sentem mais próximos de seus locais de trabalho.

Dica 3: Ofereça flexibilidade

Engana-se quem diz que os millenialls e Zs são preguiçosos e entediados, principalmente pelas trocas de trabalho já que os millenials trocam pelo menos 4 vezes de trabalho até os 32 anos e isso é três vezes a média das outras gerações.

De acordo com uma pesquisa feita pelo International Workplace Group (IWG), a flexibilidade é um argumento decisivo para os candidatos. Essa pesquisa enfatiza uma das características mais marcantes e “diferentes” das novas gerações em comparação com as anteriores: os jovens não estão afim de abrir mão do seu tempo de lazer para trabalhar.

Mesmo acreditando no que fazem, as empresas precisam oferecer flexibilidade em seus horários de trabalho para reter as novas gerações.

Dica 4: Mostre respeito pela diversidade

As novas gerações são socialmente engajadas com muitas causas, como a luta contra o racismo, o veganismo e a sustentabilidade. Assim como os consumidores, eles também querem trabalhar em lugares que estejam de acordo com seus valores. Por essa razão, é importante trabalhar temas como a diversidade internamente.

Lembrando que trabalhar a diversidade está além de peças bonitas nas redes sociais ou mudar o avatar dos perfis da empresa para um que tenha o arco-íris de fundo. Trabalhar a diversidade também é ter em seu quadro de funcionários pessoas LGBTQIA+, negros, trans e muitas outras.

Dica 5: Estimule a colaboração

Mesmo que os millenials e Zs passem boa parte de seu tempo online, eles ainda apreciam o contato humano e a colaboração. Analise as oportunidades que têm para que os jovens possam trabalhar com outras equipes ou em contato com colaboradores que possuem mais experiência.

Conhecimento é algo que gostam muito e promover a troca dentro da empresa pode ser importante para reter as novas gerações.

Como você está gerenciando os conflitos de geração em sua empresa? Tem alguma dica para reter as novas gerações que não está aqui? Compartilhe a sua experiência conosco nos comentários.

Até o próximo artigo!

Open chat
Vamos conversar?